quinta-feira, 14 de outubro de 2010

À ESPERA DE CHOLOKHOV

Em Rússia Show, blogue de uma recente leitora do Profissão: Leitor, descobri a referência a Mikhaïl Cholokhov. Os textos de Milú, entusiastas e entusiasmantes, fizeram-me partir imediatamente em busca deste autor, Prémio Nobel, contudo relativamente pouco conhecido em Portugal.

Lembro-me de que a Europa-América (ou seria a Bertrand?) tinha editado, há muitíssimos anos, o romance O Don Tranquilo, em diversos volumes. Está esgotado. Encomendei a tradução no português do Brasil, que se chama O Don Silencioso. Aguardo-a.

Mas esta ligeira discrepância faz-me temer a tradução. A Milú, minha leitora, familiar com a língua russa, traduziria o termo do título por «tranquilo», ou por «silencioso»? E conhece a tradução da Ed. Record? Recomenda-a?

2 comentários:

Velton Clarindo disse...

Não conhecia esse escritor,
mas conhecê-lo muito me interessa...
não sei se conseguiria achar alguma obra dele,
ou se teria tempo...
espero que compartilhe suas experiências sobre
a leitura no blog.
=}

Milu disse...

Oi, obrigada pela referência. O título em russo é "tikhiy Don", sendo que a palavra tikhiy significa silencioso, quieto ou tranqüilo. Eu prefiro mais a tradução para tranqüilo, que cabe melhor no contexto do livro:a tranqüilidade do rio Don, antes dos períodos turbulentos nos quais a história de Cholokhov é passada.Mas tanto as traduções para tranquilo quanto silencioso estão corretas.
A minha edição é de Portugal(Edição Livros do Brasil - Lisboa, com tradução do francês, não tão boa como quando é direta do russo e desconheço outras edições.A Editora Record anda com muitas traduções boas, excelentes mesmo, diretas do russo.Eu procurei este livro no site da Record e não encontrei.
Um abração pra você.