sábado, 26 de fevereiro de 2011

FORMIGA PREVIDENTE OU CIGARRA ESBANJADORA? OU QUÊ?

Recebi o meu ordenado.
Em poucos dias, adquiri já os seguintes livros:
Correcções, de Jonathan Franzen (o mais caro, mas o mais apetecido); Vamos Todos Matar Constance, de Ray Bradbbury (digamos que, neste caso, foi também o preço de saldo o pormenor a que não resisti); A Economia Não Existe, de Antonio Baños Boncompain (aqui, percebe-se: foi o título, aquilo a que não resisti. E lendo-o, não o considero uma desilusão: só uma meia-desilusão...); E hoje mesmo, da abençoada Trama, trago um exemplar de uma reedição (de tiragem limitadíssima) de Quando Escreve Descalça-se, de Miguel-Manso.

Conclusão: agora, depois disto, vou ter de começar a fazer regime.

2 comentários:

Flor disse...

Que delícia! kkkkkkkk
Nada como um banho de livraria.

homem do fraque disse...

olá José,

O Quando Escreve Descalça-se li-o emprestado. Tenho que arranjar o resto do poeta. gostaria muito de ir ao lançamento mas entretanto estou pelo Algarve por isso não me vai ser possível. Espero que corra tudo bem.

Abraço